Como migrar para UI Design – Passo a Passo

Saiba como você Designer Gráfico, ou profissional criativo, pode migrar para UI Design.

Eae, tudo bele?

Vamos falar sobre migração de carreira? Neste artigo você verá quais passos deve seguir para iniciar a sua migração. Vamos aqui falar sobre migrando para UI Design.

Caso você não saiba, UI Design, é uma design voltada para concepção de design de interfaces.

Eu defino UI Design em outro artigo, como:

UI Design ou User Interface Design (Design de Interface do Usuário) é área que estuda o meio pelo qual uma pessoa interage ou controla um dispositivo, software ou aplicativo. Essa interação pode ser feita através de elementos que forneçam ações entre o dispositivo e o usuário, como por exemplo, botões, links, menus e qualquer outro elemento que permita uma interação entre o dispositivo e o usuário.

Importante salientar que User Interface não se limita somente a parte visual do projeto. UI Design é sobretudo como será realizada interação entre o usuário e o meio (que no nosso caso é a interface gráfica), indo muito além da estética/aparência do projeto.

Um bom projeto de UI antecipa as necessidades do usuário e garante que a interface seja fácil de usar e de acessar. Ele garante uma boa experiência de interação evitando ou minimizando dificuldades de utilização e frustrações ao utilizador.

E essa área está cada vez mais em voga, pois muitos designers, principalmente os oriundos do Design Gráfico, enxergam no UI Design uma possibilidade de melhores ganhos financeiros e econômicos.

Há um tempo atrás eu fiz algumas lives sobre salário de Designer Gráfico, de salário de Web Designer e de salário de Design (vídeo do youtube). Nesses conteúdos temos um comparativo que mostra que realmente as áreas do Design voltadas para o Digital (como UI e Web) tendem a pagar melhor.

Além da questão financeira, o trabalho de um UI Designer parece ser mais valorizado pelas empresas que atuam com isso e a dia-a-dia do profissional é mais tranquilo referente, não que seja fácil, mas por ser compreendido de uma melhor maneira, as exigências, prazos e requisições são otimizadas.

Por tudo isso que várias pessoas querem migrar para UI Design. Então nesse artigo eu vou te passar como você pode fazer isso. Vamos começar?

1# Estudar – Migrar para UI Design

Pode parecer óbvio, mas é mesmo. E por mais que seja claro, muitas pessoas pulam essa parte. Se você deseja atuar como Ui Designer, você precisa começar estudando.

Muito provavelmente você vem de uma área que tem sinergias (como design gráfico) mas que não contempla os principais assuntos para você trabalhar como UI Designer.

O primeiro passo para você migrar para UI Design é começar estudando. Você deve estudar sobre algumas matérias essenciais, como por ex:

Para adquirir tais conhecimentos, você tem alguns caminhos que pode seguir:

Estudar por conta, sendo autodidata.

Essa parte você já está fazendo, acessando o nosso blog. Mas você pode consumir muito mais conteúdo pela web. Existem vários canais no youtube com bons conteúdos, artigos no Medium, outros tipos de materiais.

Você também pode adquirir livros para estudar por conta. Fazendo uma pesquisa rápida pela internet você encontrará livros sobre esses temas.

Estudar em curso online

Caso você queira, também pode fazer um curso online sobre o tema. Aqui no Chief of Design ainda não temos curso online específico sobre o tema. Nós temos o Web Designer PRO, que já dá um grande conteúdo sobre.

Outra opção que você seguir, é fazer algum curso rápido na Udemy Academy. Lá existem alguns cursos sobre o tema.

Estudar em cursos presenciais

Infelizmente essa é a opção mais escassa. Existem poucos cursos presenciais sobre o tema. Uma alternativa é fazer workshops. Eu tenho um Workshop que se chama MIGRANDO PARA UI DESIGN, onde ministro com o UX/UI Designer Filipe Samuel.

Workshop - Migrando para UI Design

Esse Workshop dura dois dias e é um intensivo sobre o tema. Caso você tenha interesse, fique sempre ligado aos e-mails e novidades aqui do Chief.

Já outra alternativa é realizar um curso de UX Design,já que nesse assuntos existem muito mais opções. Nesse caso você também vai aprender bastante sobre design de interfaces, apesar de não ser focado em UI Design.

2# Prática – Migrar para UI Design

Estudar é diferente de aprender. E para aprender é necessário a prática. Por isso você precisa criar peças de UI Design.

Crie experimentos, treine ferramentas, conheça técnicas, softwares, enfim…Faça experimentações e testes para por em prática aquilo que você está estudando e assim realmente aprender sobre UI Design.

Muitas pessoas nessa parte travam, pois alegam que não tem projetos ou clientes reais. Saiba que isso não é um problema que deve te impedir de migrar para UI Design.

É óbvio que o melhor cenário seria se você tivesse clientes reais para pode criar. Mas caso você não tenha, não tem problema! Você pode criar cases fantasmas, estudo de caso e até trabalhos acadêmicos para preencher o próximo item desse passo-a-passo.

3# Portfólio – Migrar para UI Design

Para alguém te dar uma oportunidade, você precisa apresentar um portfólio legal. Se você fizer o passo 2, você já terá trabalhos para montar o seu portfólio inicial.

Você deve ter um portfólio online para poder mandar o link para vagas, então utilize o Behance, o seu próprio site e também o Medium, para publicar na web os trabalhos realizados.

Um ponto importante aqui, é publicar os seus trabalhos da maneira certa. Então não se limite apenas a publicar as imagens do projeto. Crie uma narrativa, uma imersão para quem está vendo. Conte o processo de pesquisa, rafes, wireframes e todo o caminho percorrido até chegar no resultado final.

Eu tenho uma playlist no Youtube onde eu mostro tudo o que você precisa saber sobre portfólio. Clique aqui para depois assistir!

4# Divulgue – Migrar para UI Design

Após ter construído o seu portfólio você precisa mostrá-lo para outras pessoas, afinal ninguém vai adivinhar que você deseja migrar de área.

Por isso divulgue em suas redes sociais, altere os objetivos profissionais no seu Linkedin, participe de eventos e mostre a sua disposição de iniciar essa nova jornada.

Imagem ilustrativa de um UI Designer prototipando um projeto.Por shutter_o I /Shutterstock

Utilize tudo o que puder para divulgar. A maioria das oportunidades normalmente vem através de indicações e indicações só vem graças a laços, profissionais e pessoais. Quanto maior for o seu networking maior será a sua chance de alcançar uma oportunidade na área.

Uma boa dica para aumentar o seu networking é participar de meetups, como o evento Insights. É gratuito e todo mês tem evento.

5# Se candidate as vagas da área – Migrar para UI Design

Se você deseja migrar para UI Design, você precisa buscar uma oportunidade profissional. Além de divulgar para o seu networking, também se candidate a vagas de emprego.

Utilize sites como Linkedin, Catho, Trampos.co, entre outros. Envie o máximo de currículo para as vagas que você acha coerente.

Mande o seu currrículo mesmo que você não esteja ou se sinta 100% pronto, pois você nunca estará. Isso é fato.

Portanto, procure por oportunidades e vá com coragem para essa vaga. Uma hora alguma empresa te dará uma oportunidade, pode apostar. E a partir disso você terá migrado oficialmente para UI Design iniciando a sua trajetória nessa área.

Migrando para UX/UI Design – Passo a Passo

Para sintetizar todo esse tema e ainda dar mais dicas para voê migrar de área, eu criei um vídeo exclusivo sobre o tema. Você pode conferir abaixo.

Considerações Finais

Qualquer migração de área é algo difícil. Não é fácil mudar algo assim em sua vida. Porém é muito menos difícil e oneroso do que se pensa, principalmente quando se fala de migrar para UI Design.

Se você deseja iniciar em UI Design, siga os passos que viu neste artigo, estude bastante, trabalhe forte e tenha coragem para dar esse passo em sua carreira.

Espero que esse conteúdo tenha sido útil para ti.

Se você tem algum comentário ou informação que venha contribuir com esse artigo, não se acanhe, deixe um comentário logo abaixo.

Forte abraço.

Até mais.

David Arty

Olá. Sou David Arty, fundador do blog Chief of Design.
Sou natural de São Paulo, Brasil. Trabalho com design, principalmente com design para web, desde 2009. Procuro transformar ideias loucas e complexas em peças simples, atrativas e funcionais.