Proporção Áurea: Guia sobre o Número de Ouro no Design

Saiba o que é, de onde vem e como você pode utilizar a proporção áurea em seus projetos, ou não!

proporção áurea

Eae, tudo bele?

Neste artigo trago um assunto muito falado no meio criativo: a proporção áurea.

Tem gente que afirma que ela faz toda a diferença em projeto, enquanto outras pessoas dizem que é uma falácia esse tal número.

O fato é que se você trabalha com Design é bom conhecê-lo. Por isso hoje vamos conversar sobre Proporção Áurea.

Vamos nessa?

Neste artigo você verá:

O que é proporção áurea?

Proporção Áurea, Número de Ouro, Divina proporção, Razão áurea, Golden Ratio… Esses são os nomes dados a proporção entre dois segmentos ou duas medidas, que resulta em  1,618.

b/a = a+b/a = 1.618033987 Φ

 

Ela é denotada pela letra grega Φ (PHI), em homenagem ao escultor Phideas (Fídias) da Grécia antiga, que teria utilizada para conceber o templo Parthenon da Deusa Grega Atenas.

parthenon

Desde a antiguidade a proporção áurea vem sendo utilizada (teoricamente) nas artes, na arquitetura e claro que também no Design. Alguns afirmam que é possível encontrá-la também em outros segmentos como a nona sinfonia de Beethoven (que teria sido baseada nessa razão), em peças maçônicas, em ações da bolsa, na proporção do corpo humano e da natureza. Também já foi citada em literaturas da cultura pop, como por exemplo, o Livro Código da Vinci.

De onde vem a proporção áurea

Pitágoras, o pai da matemática, foi o primeiro que descreveu sobre a proporção áurea. A mais de 500 a.C., ele utilizava essa proporção para explicar a harmonia, o cosmo e alma.

A partir daí essa proporção começou a ser utilizada para se construir templos, pirâmides e palácios. E não somente Pitágoras, que quando descobriu tal proporção em  um pentagrama começou a utilizá-lo como marca da Irmandade Pitagórica, outros grandes nomes também adoravam tal proporção como Platão, Phidias (como já citado aqui)  e Euclides que mencionou a razão na sua obra Os Elementos.

Os Elementos - Livro por Euclides

Já na idade média o matemático Leonardo Fibonacci (ou Leonardo Pisa) propôs no século XIII, uma sequência numérica composta pelos números:

0,1,1,2,3,5,8,13,21,34,55,89,144,233,377,610,987,1597,2584,4181…

Essa  sequência, que mais tarde seria conhecida como sequência de fibonacci, continua uma lei simples de composição:

Determinando os dois primeiros elementos como 0 e 1, cada elemento seguinte é obtido somando-se os dois anteriores.

Por exemplo: 1+1=2, 2+1=3, 3+2=5 e assim sucessivamente.

Com certeza, nenhuma sequência foi tão estudada quanto a de Fibonacci. Também nenhuma teve tantas aplicações distintas. Podemos encontrá-la como na Arquitetura, Arte, Design, Biologia, entre outras…

E o motivo dessa sequência ser tão utilizada é justamente a proporção áurea. A razão entre dois números consecutivos de qualquer par da sequência é  muito próxima à proporção áurea. 1,618. E quanto maior são os pares, mais próximos de 1,618 a razão é.

Veja:

3 /5 = 1,666.

13/ 21= 1,625.

144 / 233 =1,618

Assista o vídeo a seguir para entender melhor:

Onde ela é aplicada?

Existem vários artistas que ao longo tempo utilizaram o número de ouro em suas obras.

Além dos Gregos (já citados aqui) alguns estudiosos apontam que os antigos egípcios utilizaram a proporção áurea para construir as Pirâmides.

Mas ela ganhou força após o livro “De Divina Proportione”, do monge italiano Luca Pacioli no século XVI. Pacioli era amigo íntimo de Leonardo da Vinci, por isso Da Vinci criou as ilustrações desse livro.

Foto do livro a divina proporção

Por causa dessa participação de Da Vinci o livro ganhou grandes “proporções” (grandes proporções…proporção áurea… Entendeu, né? :P).

Várias teorias de que Da Vinci teria utilizado tal proporção em suas artes foram apontadas, como nos quadros “Mona lisa” e “A Última Ceia” e no desenho do  “Homem Vitruviano”.

Mona Lisa com a proporção áurea

Desde então a proporção áurea teria sido utilizado por vários artistas da era Renascentista, no ímpeto de alcançar mais beleza e harmonia em suas obras.

Mas a sua aplicação não se limita somente a obras de arte. Muitos apontam que sua abrangência é universal, e que ela está na natureza, fauna e flora, no corpo humano, em moléculas de DNA e até mesmo no espaço.

Você já deve ter visto na internet, ou algum documentário na tv fechada, imagens de conchas de animais marinhos, como as dos caracóis, mostrando uma proporção perfeita em espiral.

Hoje em dia a mais famosa aplicação da proporção áurea é através do “retângulo áureo”.

Artistas plásticos, pintores e fotógrafos costumam utilizá-la, diretamente ou de forma derivada como no caso da regra dos terços, em suas obras.

Designers também utilizam tal ferramenta para criar identidades visuais, cartazes, livros e até mesmo layouts de websites.

logo da apple com a proporção áurea

O Retângulo Áureo

Retângulo áureo, ou retângulo de ouro, é um retângulo oriundo de um quadrado perfeito.

Para construir o retângulo, basta seguir os passos:

  1. Crie um quadrado;
  2. Divida esse quadrado ao meio;
  3. Crie uma linha perpendicular do centro até a vértice do quadrado;
  4. Gire esta linha até a base do retângulo (como se tivesse deitando essa linha para a base do quadrado);
  5. Desenhe um retângulo partindo dessa base.

Falando assim pode parecer difícil, mas veja o  vídeo a seguir como é fácil obtê-lo:

 

No Adobe Illustrator existe um jeito muito simples de construir um retângulo áureo. Basta criar um quadrado perfeito  é multiplicar a largura do quadrado por 1,618.

O retângulo áureo é uma das formas, provavelmente a mais famosa, de se trabalhar com o número de ouro. E existem outros jeitos de se conseguir um retângulo áureo.

Existem algumas ferramentas na internet para se alcançar tal proporção como

Golden Ratio Typography Calculator  e a GoldenRATIO . Também existem compassos para o desenho a mão.

Mais curiosidades sobre a proporção áurea

No século XIX, o psicólogo alemão, Gustav Fechner, realizou uma pesquisa com vários formato de retângulos. O resultado mostrou que a maioria das pessoas preferiram um determinado retângulo.

O  retângulo vencedor era o que tinha a razão entre suas medidas muito próxima da razão áurea.  Por esse motivo ele ficou conhecido como retângulo áureo. Apesar do resultado não existem dados concretos e comprovados dessa pesquisa.

Além disso existem outras coincidências (ou não) apontadas por estudiosos e amantes da razão:

  •  Os espirais de um caracol aumentam de tamanho em uma proporção de 1,618.
  • As espirais das sementes de um girassol aumentam o tamanho em uma proporção de 1,618.
  • As folhas de uma árvore diminui  à medida que subimos na proporção de 1,618.
  •  A proporção de abelhas fêmeas em relação a abelhas machos numa colmeia é de 1,618.
  • No corpo humano, se  dividirmos a altura do corpo  com distância entre o umbigo até o chão, encontraremos o número de ouro
  • As estrelas diante de um astro principal, se distribuem numa espiral que segue uma proporção de 1,618.

Mitos e Verdades sobre a Proporção Áurea

A proporção áurea é um assunto polêmico: tem gente que ama tem que gente que odeia. Uns afirmam que utilizar tal proporção pode tornar melhor o seu trabalho, outros afirmam que o assunto é uma falácia e que tudo isso é invenção da mente humana,  pois somos programados para ver padrões e buscar significado em tudo.

A seguir segue minha opinião (óbvio que não sou dono da verdade, então sem “mimimi”, Galucho) sobre o assunto sobre determinadas dúvidas.

Proporção Áurea vai deixar o meu projeto mais bonito?

Não necessariamente.  A proporção áurea pode ser utilizada com uma ferramenta como  outra qualquer para auxiliar o seu trabalho. De forma nenhuma ela será responsável integral pelo sucesso do seu projeto.

Eu preciso utilizar o número de ouro em meus projetos? Sou menos Designer por não utilizá-lo?

Não. Você pode utilizá-lo como uma ferramenta, um grid, para o seu projeto. Mas caso não queira usar ou não encontre necessidade, não há mal nenhum também. Existem vários outros grids que você pode utilizar ou até mesmo criar. Se você quiser saber mais sobre grids clique aqui.

Todas essas aplicações da razão áurea que vejo na internet são verdades?

Não. Muitas são forçadas para “caberem” na proporção. Na verdade a grande maioria são falsas ou suposições que não podem ser comprovadas efetivamente. Até nas obras de Da Vinci existem questionamentos.

Outro fato importante é que o nosso cérebro tende a ver padrões e é muito fácil encontrarmos medidas e proporções que se encaixem com algo que procuramos e acreditamos.

foto de um cachorro com a aplicação da proporção áurea

A busca do ser humano pela a “beleza perfeita” é histórica e teorias para se chegar a tal resultado sempre existiram.

O retângulo áureo é o grid mais eficaz que temos no Design?

Não necessariamente. Isso depende muito do projeto, do estilo do Designer, entre outras coisas. Existem vários outros retângulos que você  pode utilizar com o raiz de 2, raiz de 3…

É válido lembrar que não é  necessário que o projeto tenha uma malha geométrica para que seja válido. Claro que pode te ajudar bastante, mas depende de cada um.

Todos os projetos que vejo na internet que utilizam proporção áurea foram projetados com ela desde o início?

Nem todos. Na verdade a grande maioria dos Designers criam o logotipo sem nenhum, ou apenas com simples, grid e/ou linhas de construção. Depois que definiram como será o logo  é a maioria aplica as formas geométricas e também a proporção áurea para deixar o trabalho mais harmônico e também tentar deixá-lo com mais valor.  Alguns Designers na verdade chegam a “forçar a barra” para encaixar o logo em tais malhas.

Raríssimos designers tem a capacidade técnica e perceptiva para primeiro criar as linhas de construção e depois fazer o desenho com base nelas,exceto em caso em que o logo que tem como principal elemento alguma forma geométrica.

Considerações Finais

Proporção áurea realmente é um assunto interessante, principalmente pelas diversas teorias que a circulam. O fato é que a razão PHI realmente existe, porém isso não significa de maneira nenhuma que um projeto de Design para ser coeso, bonito e eficaz precisa necessariamente utilizá-la.

É legal você saber do que se trata e usá-la como ela realmente é: uma ferramenta para a criação. Como tantas outras que temos por aí  e outras que ainda irão surgir. Evite ficar com paranoias e fanatismos sobre o assunto.

Use da razão para decidir se é necessário ou não, fazer uso de tal ferramenta no seu processo criativo.

Se quiser estudar mais sobre proporção áurea, você pode aprender com:

Livro – Razão Áurea de Mario Livio

Canal do Wallter Mattos.

E você já utilizou a proporção áurea?

Forte abraço.

Até mais.

Referências:

http://www.uel.br/projetos/matessencial/superior/pde/rosania-razao-aurea.pdf
Imagens: Pinterest e Wikipédia.

Incoming search terms:

  • proporçao aurea aplicada em alfabeto

David Arty

Olá. Sou David Arty, fundador do blog Chief of Design.
Sou natural de São Paulo, Brasil. Trabalho com design, principalmente com design para web, desde 2009. Procuro transformar ideias loucas e complexas em peças simples, atrativas e funcionais.

  • Alana Carvalho

    Gostei da sua publicação. Esse tema sempre foi um pouco confuso para mim.

    • Olá Alana.

      Muito obrigado pelo comentário!

      Abraço!

  • Keiton Santos da Silva

    Excelente conteúdo e pesquisa! Adorei o vídeo o Pato Donald, não sabia que existia, muito bom mesmo.

    • Fala Keiton.

      Valeu. Muito obrigado!

      Forte abraço!

  • Janete Lacerda Santos

    Não gosto de exatas, mas à partir deste conteúdo, mudo minha visão….Lindo, maravilhoso!! Parabéns

  • Olá Janete.

    Muito obrigado 😀

    Abraço

  • Cida Brito

    Adore ler sobre este assunto. Muito bom mesmo